<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8890843\x26blogName\x3dAtordoadas\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/\x26vt\x3d7904952202693746813', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, 30 de dezembro de 2004

Happy New Year!!!

Agora para passarem um ano divertido há que ler o que abaixo está escrito.
Vale mesmo a pena...!!!




Patrícia Gomes - Directora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS
Data: 2 de Dezembro
Assunto: Festa de Natal


Tenho o prazer de informar que a festa de Natal da empresa será no dia 23 de Dezembro, com início ao meio-dia, no salão de festas privativo da Churrascaria Grill House. O bar estará aberto com várias opções de bebidas.
Teremos uma pequena banda tocando canções tradicionais de Natal... sinta-se à vontade para se juntar ao grupo e cantar! Não se surpreenda se o nosso Vice-presidente aparecer vestido de Pai Natal! A árvore de Natal terá as luzes acesas às 13:00. A troca de presentes de "amigo secreto" pode ser feita em qualquer altura, entretanto, nenhum presente deverá exceder 10€, a fim de facilitar as escolhas e adequar os gastos a todos os bolsos. Este encontro é exclusivo para funcionários e família. Na ocasião, o nosso Vice-presidente fará um discurso bastante especial.
Feliz Natal para todos.

Patrícia


Patrícia Gomes - Directora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS
Data: 3 de Dezembro
Assunto: Festa de Natal


De maneira alguma o memorando de 2 de Dezembro sobre a Festa de Natal pretendeu excluir os nossos funcionários judeus! Reconhecemos que o Chanukah é um feriado importante e que costuma coincidir com o Natal, mas isso não acontecerá este ano. Portanto, passaremos a chamá-la "Festa do Fim do Ano" pois teremos em conta também todos os outros funcionários que não são cristãos e aqueles que celebram o Dia da Reconciliação. Não haverá árvore de Natal. Nada de canções de Natal nem coral. Teremos outros tipos de música que agrade a todos.
Felizes agora?
Boas festas para vocês e suas famílias,

Patrícia


Patrícia Gomes - Directora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS
Data: 4 de Dezembro
Assunto: Festa do Fim do Ano

Em relação ao bilhete (anónimo) que recebi de um membro dos Alcoólicos Anónimos solicitando uma mesa para pessoas que não bebem álcool...
Terei todo o prazer em atender o pedido, mas, se eu puser uma placa na mesa a dizer "Exclusivo para os AA", vocês deixarão de ser anónimos, não será?...
Como faço então?
Quanto à troca de presentes, esqueçam. Não será organizada uma vez que os membros do sindicato acham que 10 euros é muito dinheiro e os executivos acham que 10 euros é muito pouco para um presente.
Portanto não será organizada NENHUMA TROCA DE PRESENTES.
De acordo?

Patrícia


Patrícia Gomes - Directora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS
Data: 5 de Dezembro
Assunto: Festa do Fim do Ano


Mas que grupo heterogéneo o nosso!!! Eu não sabia que no dia 20 de Dezembro começa o mês sagrado do Ramadão para os muçulmanos, que proíbe comer e beber durante as horas do dia. Lá se vai a festa!
Agora a sério, entendemos que um almoço nesta época do ano seja um problema para a crença de nossos funcionários muçulmanos...
Talvez a Churrascaria Grill House possa assegurar o serviço de buffet até à noite ou então, embalar tudo para vocês levarem para casa nas marmitas. Que acham?
E agora mais novidades: consegui que os membros dos "Vigilantes do Peso" se sentem o mais longe possível do buffet das sobremesas; as mulheres grávidas poderão sentar-se o mais perto possível das casas de banho; os homossexuais podem sentar-se juntos; as mulheres homossexuais não terão que se sentar junto dos homens homossexuais, que terão uma mesa própria, e sim, haverá um arranjo de flores no centro da mesa dos homens homossexuais; teremos assentos mais altos para pessoas baixas; e estará disponível comida com baixas calorias para os que estão de dieta.
Nós não podemos controlar a quantidade de sal utilizada na comida, portanto sugerimos que as pessoas com tensão alta provem a comida antes de comerem.
E, claro, haverá mesas para fumadores e outras para não fumadores.
Esqueci alguma coisa?

Patrícia


Patrícia Gomes - Directora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS FILHOS DA PUTA QUE TRABALHAM NESTA EMPRESA
Data: 6 de Dezembro
Assunto: Festa do Fim do Ano da PORRA


Vegetarianos!?!?!??!
Sim, vocês também tinham que dar a vossa opinião de merda ou reclamar de alguma coisa!...
Nós manteremos o local da festa na Churrascaria Grill House; quem não gostar que se foda! Não vá, desampare a loja! Ou então, como alternativa, seus fedorentos, podem sentar-se afastados, na mesa mais distante possível da tal " churrasqueira da morte" - como vocês lhe chamam. E terão também a vossa mesa de saladas de merda, incluindo tomates ecológicos da casa do caralho & arroz pegajoso para comer com pauzinhos. Aqueles que, naturalmente, ainda não gostarem, podem enfiar tudo no cu. Mas como vocês devem saber, os tomates também têm sentimentos! Os tomates gritam quando vocês os cortam em fatias. Eu mesma os ouvi gritar! Eu estou a ouvi-los gritar agora mesmo!!!!!
Ah, espero que vocês todos, mas todos, os parvos dos crentes e os cretinos dos ateus, os paneleiros, as fufas, as mariquinhas das prenhas, os estupores dos fumadores e os chatos dos não fumadores, os cobardes dos bêbedos anónimos e os fedorentos dos vegetarianos, todos vocês sem excepção, tenham uma merda de fim de ano! E que guiem bêbados e morram todos, todinhos espatifados e esturricados por aí.
Entenderam?
Da Vaca, directamente para a puta que os pariu.



João Pacheco - Director de Recursos Humanos interino
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS
Data: 9 de Dezembro
Assunto: Patrícia Gomes e a Festa do Fim do Ano


Tenho a certeza que falo por todos nós desejando para a Patrícia um rápido restabelecimento para a sua crise de stress e podem estar certos que me encarregarei de lhe enviar as vossas mensagens para o sanatório.
Venho comunicar que a direcção decidiu cancelar a Festa do Fim do Ano e dar folga remunerada a todos.

João

segunda-feira, 27 de dezembro de 2004

Pensamento da semana

As Mulheres são como o nevoeiro... surgem do nada, obrigam a andar com atenção redobrada e desaparecem sem deixar rasto...

Os Homens são como a neve...
nunca se sabe quando vão aparecer, quantos centímetros vão ter, e quanto tempo vão ficar...

quinta-feira, 23 de dezembro de 2004

Sininhos de Natal...!!!


Desejo a todos que me acompanham por aqui

Um Feliz Natal

Cheio de prendinhas ...

terça-feira, 21 de dezembro de 2004

As melhores frases de 2004



"O homem é como uma vassoura: sem o pau, não serve para nada"

"Os homens mentiriam muito menos se as mulheres fizessem menos perguntas"

"O marido é igual à menstruação: quando chega, incomoda, quando se atrasa, preocupa"

"...Se o dinheiro falasse, o meu diria tchau..."

"Aquele que, ao longo de todo o dia é activo como uma abelha, forte como um touro, trabalha que nem um cavalo, e que, ao fim da tarde, sente-se cansado que nem um cão... deveria consultar um Veterinário. É bem provável que seja um grande burro"

"A calcinha não é a melhor coisa do mundo, mas está bem perto"

"A mulher é um ser tão dependente que até para ser "cornuda" precisa da ajuda do homem!"

"Estar junto não é estar ao lado, mas é estar dentro"

"A mulher está sempre ao lado do homem, para o que der e vier; já o homem, está sempre ao lado da mulher que vier e der"

"Se a tua mulher pedir mais liberdade, compra uma corda mais comprida..."


"Todo o homem tem a fantasia de fazer sexo com duas mulheres ao mesmo tempo. As mulheres deveriam gostar da ideia. Pelo menos, teriam com quem conversar depois de um deles pegar no sono"

"Se fores conduzir, não bebas. Se fores beber, chama-me"

"A mulher feia é que nem um muro alto, primeiro dá um medo... mas depois, nós acabamos trepando"

"Quando te atirarem uma pedra, faz dela um degrau e sobe. Só depois, quando tiveres uma visão plena de toda a área, pega na outra pedra, olha bem e acerta no crânio do filho da puta que te atirou a primeira"

"Sabes o que é a Meia Idade? É a altura da vida em que o trabalho já não dá prazer e o prazer começa a dar trabalho!"
"Se sentires duas bolinhas a encostar no teu cu, não te preocupes, o pior já passou"


A TODOS UM BOM NATAL

quinta-feira, 16 de dezembro de 2004

Campeões do Mundo


Como imaginam que nós, portistas, vemos e sentimos tudo isto?

Esta inveja doentia, que os leva a desprezar o que deveria ser motivo de orgulho para todos os portugueses, que os leva, não a tentar imitar os feitos do FC Porto, mas sim a retirar-lhes importância, rodeá-los de eternas suspeitas e calúnias?


O FC Porto resistiu ao cansaço, aos fusos horários, a um adversário em campo que só jogou para o 0-0, aos golos mal anulados, à profusão de bolas na trave, resistiu a tudo e trouxe de Yokohama a tão merecida e tão desejada Taça Intercontinental, fazendo do FC Porto um dos membros do selectíssimo clube dos 10 que mais títulos internacionais conquistaram em toda a história do futebol mundial.

Contra o desprezo e maledicência da própria pátria, são hoje Campeões da Europa e Campeões do Mundo. Haverá alguma outra coisa, desportiva ou não desportiva, em que Portugal se possa orgulhar de ter obtido o título de melhor do Mundo?

Aparentemente o mundo não chega aqui, aos arredores portugueses.

Lembro o Presidente Jorge Sampaio, que correu a condecorar o presidente da Federação, o seleccionador nacional e toda a Selecção que, em condições extremamente favoráveis, foi vice campeã da Europa mas esqueceu-se de condecorar o FC Porto, que por si só, sem ajudas nacionais, fora Campeão Europeu, dois meses antes.

Lembro a primeira página dos nossos três jornais desportivos neste sábado, totalmente ocupados com o palpitante Sporting-Braga dessa noite, remetendo o jogo do FC Porto em Yokohama, da manhã seguinte, para um rodapé de página.

Lembro a mesma imprensa de domingo, com as manchetes ocupadas com as incidências do Sporting-Braga ou a magna questão de saber se o Benfica jogaria contra o Belenenses com ou sem o Sokota de início e o FC Porto de novo remetido para uma notinha cá em baixo, a par... do Boavista.

E lembro, porque não consigo calá-lo, a histórica e tristíssima edição de ontem do jornal "A Bola", em que o desastre do Benfica no Restelo ocupava 75 por cento da primeira página e o êxito do FC Porto não ocupava mais de 15 por cento, de novo cá nos baixios da página e sem ao menos ter a menção — detalhe — de que tinha conquistado o título de... Campeão do Mundo!

Enfim, lembro os telejornais de domingo da TVI e da SIC, que abriram, não com a notícia da vitória do FC Porto no Japão, mas sim com a notícia de uma ameaça de bomba no Real Madrid-Real Sociedad...

Faço uma pergunta a sério aos leitores de outras cores que não as minhas: como imaginam que nós, portistas, vemos e sentimos tudo isto?

Esta inveja doentia, que os leva a desprezar o que deveria ser motivo de orgulho para todos os portugueses, que os leva, não a tentar imitar os feitos do FC Porto, mas sim a retirar-lhes importância, rodeá-los de eternas suspeitas e calúnias?

Se somos Campeões Europeus é preciso desconfiar de um Porto-Académica de há dois anos atrás; se somos Campeões do Mundo é preciso desconfiar de um Sporting-Braga em que o árbitro auxiliar anulou um golo ao Sporting por offside (embora tenha também cortado uma jogada de golo ao Braga, em situação idêntica, mas isso claro que não interessa).

Imaginem por um instante que o Benfica ou o Sporting tinham ganho na véspera um título mundial de clubes: acham que algum jornal desportivo português daria ao facto quase tanto destaque na primeira página como aos protestos de Pinto da Costa por ter sido mal anulado um golo ao Porto, contra o Braga, dois dias antes?

Nós, que levámos de vencida, até ao título europeu, Chelsea, Arsenal e Manchester, Real Madrid, Barcelona, Corunha e Valência, Juventus, Inter e Milan, Bayern, Schalke, Ajax e Galatasaray, enfim, tantos e tantos milionários do futebol europeu, que dificilmente perdoaram a afronta cometida por um clube desse país periférico que é Portugal.

MST

terça-feira, 14 de dezembro de 2004

Ultima conf. de imprensa de Santana Lopes

quinta-feira, 2 de dezembro de 2004

Por um NATAL sem jantares


Entrámos no mês de Dezembro e aproximamo-nos vertiginosamente do momento mais doloroso do ano para todos os que trabalham em empresas: o jantar de Natal.
Não há pior seca que desperdiçar aquelas horas da nossa existência no mais complexo exercício de cinismo a que tal função nos obriga. Há mesmo caso de relatos de trabalhadores que entram em delirum tremens na véspera do famigerado jantar e até de outros que optaram por se atirar da janela para o precipício ao soarem as badaladas das oito.
O que é difícil de saber é aquilo que mais nos agonia. Se o sorriso idiota do chefe que ainda ontem nos deu uma rabecada só por a gente se ter atrasado a conferir as facturas do mês e que agora nos passa a mão pelo pêlo. Se o cheiro do sovaco da dona Guilhermina que nos calhou em sorte, ao lado, na mesa. Se o discurso baboco do patrão, com aquelas tretas nojentas que somos todos uma grande família quando se está mesmo a ver nos olhos do gajo que o tipo se prepara para cortar a cabeça a metade da malta que ali está.
Também faz parte desta infeliz tradição misturar o maralhal todo para fingir que até somos todos iguais e que lá isso de uns ganharem dez vezes mais que os outros não tem importância nenhuma, pois o que importa é que estejam todos a contribuir para o bem comum, ou seja, para a felicidade dos tipos lá de cima, que com a distribuição dos lucros da firma sempre podem sacar umas gajas boas para dar umas voltinhas sem terem de se sujeitar ao refugo de bares de segunda ou umas viagens a Bragança.
É assim perfeitamente normal que fiquemos entalados na mesa entre o electricista da manutenção, que arrota entre cada pastel de bacalhau que abocanha, e a dona Aurora da secção de pessoal, mulher portadora de uma grande rodagem de estrada, mas que a idade fez encostar às boxes, e que se vai roçando languidamente pelas nossas pernas acima à medida que vai emborcando copos de branco.
É então que se coloca o problema de saber o que se há-de dizer àqueles seis ou sete marmanjos com quem repartimos a mesa. Contar anedotas porcas pode ser perigoso, porque nunca sabemos se o administrador que para ali está a fingir que é igual a nós não será maricas e nos limpa o sebo logo no dia a seguir. Falar de gajas e futebol equivale a sermos fulminados pelo mulherio que nos fica de trombas para o ano todo. De trabalho, nem pensar, porque isso fazia logo com que cada um começasse a puxar pelos galões e lá se ia por água abaixo a fraternidade. A única saída é mesmo a de ficar calado, com um sorriso idiota nos lábios, dizendo para o da esquerda que a sopa está melhor do que a do ano passado e para o da direita que o bacalhau está uma delícia.
A melhor safa destas coisas é mesmo arranjarmos maneira de ficar ao lado da estagiária que entrou o mês passado, gastarmos o jantar nos preliminares do paleio e partirmos a seguir para uma visita às iluminações de Natal. Com um bocado de sorte, recebemos logo naquela noite um presente caído do céu.