<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://draft.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8890843\x26blogName\x3dAtordoadas\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/\x26vt\x3d7904952202693746813', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Apetece-me "desbundar"...

Engraçada expressão... "desbundar" deve derivar de "bunda"...

- Quem é que nunca torceu o pescoço, ou deu meia volta, só para confirmar o tamanho de uma "bunda"?
- Quem é que nunca se sentiu constrangido por ir na rua atrás de uma "Bundona"?
- Quem é nunca tropeçou, bateu com o carro, desequilibrou-se na mota, ou olhou pelo retrovisor, só para ver uma "bundinha"?
- Quem é que nunca contou a um amigo que viu uma grande "bunda"?
- Quem é que nunca fixou o olhar numa "bunda" desfilando na praia?
- Quem é que nunca se esqueceu das funções biológicas que ela representa, e quis usá-la para outros fins "cabíveis"?
- Quem é que nunca cobiçou a "bunda" de uma amiga, colega, ou namorada?

Quem nunca passou por algumas destas situações é porque sofre de cataratas ou é míope. É melhor ir ao médico antes que seja tarde, porque quem tem uma grande "bunda" normalmente gosta de "desbunda", e por isso faz-nos ignorar o coração, e perder a cabeça.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

A nossa Polícia pode ser má... mas há piores!!!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Como estamos em época de praia...

Três pretos vão à praia pela primeira vez...
Diz o primeiro:
- eh ... tanta água!!!
Diz o segundo:
- eh ... tanta areia!!!
Diz o terceiro:
- ai... ai... vamos embora antes que apareça o cimento...

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Por cá vamo-nos entretendo com os "apitos"...

A senhora abaixo chama-se Pamela Davis. Tem 25 anos e apresenta na Argentina um programa chamado "Noche de Juegos". Em Portugal será uma espécie de "Domingo Desportivo", "Donos da Bola", ou "Tempo Extra"...

Agora pergunto-vos: Como é que cá em Portugal não nos haveremos de entreter com os "apitos dourados", "encarnados", ou "finais" quando é este gajo que nos fala de futebol?

Quem sabe não estará numa Pamela qualquer a solução para o nosso pontapé na bola...

sábado, 12 de julho de 2008

O tempo passa para todos...

E é assim que estão hoje os heróis da nossa infância...

..............Super Mulher..............................Super Homem



....................Hulk....................................Homem Aranha

segunda-feira, 7 de julho de 2008

"Prémio Amor Perfeito"


A Freyja mais uma vez não se esqueceu de mim e ofereceu aqui ao ATORDOADAS o "Prémio Amor Perfeito". É quase impossível definir o Amor... Perfeito então é mesmo completamente impossível. Por isso resta-me mandar mais umas atoardas sobre aquilo que eu considero imprescindível numa mulher para se ser um Amor Perfeito...

- Elas não nos devem irritar com ciúmes e dúvidas
- Elas quando desconfiarem da nossa infidelidade, devem redobrar o seu carinho e provas de afecto
- A desarrumação numa casa de banho desperta-nos a vontade de ir tomar banho fora de casa
- Elas devem sempre deixar-nos descansar nas horas vagas. Nada de nos incomodarem com serviços domésticos
- Se nós fumarmos, elas não devem arranjar zangas pelo simples facto de deixarmos cair cinza nos tapetes. O que elas devem fazer é ter cinzeiros espalhados por toda a casa
- Elas devem estar cientes que dificilmente nós podemos perdoar a uma mulher que não tenha resistido a outras aventuras e experiências sexuais
- Mesmo que um homem tente, e consiga dar a volta a uma mulher, na verdade não iremos gostar de ver que ela cedeu
- Um noivado longo, torna-se sempre demasiado perigoso
- É fundamental uma mulher manter sempre a aparência impecável diante de nós
- O lugar da mulher é em casa, porque o trabalho fora de casa masculiniza

Depois destas atoardas só posso chegar à conclusão que já não se fazem mulheres carregadas de moral e amor como antigamente. As únicas cinco "dinossauras" da raça feminina , e que ainda são capazes de ser assim são:

A
Alien David Sousa ; a Saci ; a Felina ; a Maluca Responsável ; e as Gajas Boas

Etiquetas:

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Está aí o Verão...

Com tudo de bom...


E de mau...


Que nos pode proporcionar