<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8890843\x26blogName\x3dAtordoadas\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/\x26vt\x3d7904952202693746813', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sábado, 12 de março de 2005

Camões - O grande poeta


Camões está carente
Necessita urgentemente
De alguém com quem foder.

Resolveu procurar alguém
Lá para os lados de Belém
E encontrou um linda loira.
Resolveu saltar-lhe ao pito.
De súbito ouve-se um grito,
Camões desvirgindou-a.
Mesmo sabendo que magoa
Camões continuou,
Enfiou-lhe o coiso todo
Até que ela implorou:
"Calma viril Camões,
Com o bater dos teus colhões
E o enfiar do teu mangalho,
Vai foder para o caralho
Que já não aguento mais."
"Está calada mulher louca
Já estou farto de ouvir
Foder é coisa pouca
Por isso deixa-me vir."

4 Atoardas:

Blogger Armando S. Sousa disse...

Bela foda, queria dizer belo poema.
Bom fim de semana.

12 março, 2005  
Anonymous Anónimo disse...

yah, muito cool

12 março, 2005  
Blogger Ricardo disse...

Camões, ganda maluco, sempre na de cima...heheh!
Bom fim de semana

12 março, 2005  
Blogger Sónia Rocha disse...

G'anda Camões!
Para além de uma bela foda, ainda por cima foi com uma loira virgem... um achado...

21 março, 2005  

Enviar um comentário

<< Inicio