<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8890843\x26blogName\x3dAtordoadas\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/\x26vt\x3d7904952202693746813', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sexta-feira, 4 de novembro de 2005

Saber viver e ser reconhecido é uma arte

Um fazendeiro coleccionava cavalos e só lhe faltava uma determinada raça.
Um dia descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo.
Assim, ele atazanou o vizinho até conseguir comprar-lhe o cavalo.
Um mês depois cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário:
- Bem, o seu cavalo está com uma virose, precisa tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu voltarei e caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo.
O porco escutou toda a conversa. No dia seguinte, deram o medicamento ao cavalo e foram embora.
O porco aproximou-se do cavalo e disse-lhe:
- Força amigo! Levanta-te daí, senão serás sacrificado!!!
No outro dia, deram novamente o medicamento ao cavalo e foram embora.
O porco aproximou-se do cavalo e disse-lhe:
- Vamos lá amigo, levanta-te senão vais morrer! Vamos lá, eu ajudo-te a levantar... Upa! Um, dois, três...
No terceiro dia deram o medicamento ao cavalo, e o veterinário disse:
- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, porque a virose pode contaminar os outros cavalos.
Quando foram embora, o porco aproximou-se do cavalo e disse-lhe:
- É agora ou nunca, levanta-te já! Coragem! Upa! Isso, devagar! Óptimo, vamos, um, dois, três, boa, boa, agora mais depressa vai...venceste, conseguiste Campeão!!!
Então de repente o dono chegou, viu o cavalo a correr no campo e gritou:
Milagre!!! O cavalo melhorou. Isto merece uma festa...
"Vamos matar o PORCO!!!"

Isso acontece muito dentro de qualquer empresa e ninguém percebe, quem é o funcionário que merece o mérito pelo sucesso. Por isso eu digo que...
"Saber viver e ser reconhecido é uma arte"

14 Atoardas:

Blogger Janjão disse...

Ola , passando pra lhe desejar uma ótima Sexta feira

Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem garanta que nem todas,
só as de verão.
No fundo, isso não tem importância.
O que interessa mesmo não é a noite em si,
em todos os lugares, são os sonhos.
Sonhos que o homem sonha sempre,
em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado.

(Shakespeare, Sonhos de Uma Noite de Verão)

Bjussss Janjão

04 novembro, 2005  
Blogger mfc disse...

Bem verdade!!

06 novembro, 2005  
Blogger Rogue disse...

Apesar de já conhecer não me canso de ler esta anedota/fabula...Bem apanhado. Boa semana

07 novembro, 2005  
Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Muito bem visto. Ta muito giro e com uma grande liçao por detras

07 novembro, 2005  
Blogger Talk Talk disse...

Bela "fábula" que aqui nos trazes.
Um abraço.

08 novembro, 2005  
Blogger augustoM disse...

Viver não custa o que custa é saber fazê-lo, e quem o não conseguir, bem pode esquecer a notoriedade.
Um abraço. Augusto

08 novembro, 2005  
Blogger Camafunga disse...

Apesar de ja conhecer , sempre é bom lembrar....

08 novembro, 2005  
Blogger USPA disse...

queria-te pedir uma coisa acerca do blog. como ponho musica no meu blog?
obrigado
uspa

08 novembro, 2005  
Blogger pisconight disse...

E não faltam "porcos" por aí...
;)

08 novembro, 2005  
Blogger Vagabundo disse...

AHHH.. deixáste-me atordoado com o texto... pra não falar da musica que ia oartinco o "côco" a rir!!!

Abraço Vagabundo

08 novembro, 2005  
Blogger JPD disse...

Belíssima estória.
Um abração

08 novembro, 2005  
Blogger augustoM disse...

Viver não custa o que custa é saber viver, a notoridade vem por acréscimo. Há os vivos e os vivaços.
Um abraço. Augusto

09 novembro, 2005  
Blogger Visible Silence disse...

Querido Art,
Tens toda a razão... e não é só dentro das empresas... na vida pessoal também acontece...
Beijinhos

10 novembro, 2005  
Blogger Clitie disse...

O texto est´a omáximo! Mas fartei-me de rir com esses bonequitos aí do lado! Lol

Bjk

13 novembro, 2005  

Enviar um comentário

<< Inicio