<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d8890843\x26blogName\x3dAtordoadas\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://atordoadas.blogspot.com/\x26vt\x3d7904952202693746813', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Pontualidade é uma verdadeira virtude...

Certo Padre foi homenageado com uma pequena cerimónia pelos 25 anos de trabalho ininterrupto à frente da paróquia. O Presidente da Câmara foi convidado para lhe entregar um presente e proferir um pequeno discurso. Mas, como se atrasou, o sacerdote, decidiu ir proferindo algumas palavras:

«A primeira impressão que tive da paróquia, resultou da primeira confissão que ouvi. E não podia ter sido pior... Pensei que o bispo me tinha afinal enviado para um lugar tenebroso, pois a primeira pessoa que se me confessou disse-me:

- que era ladrão e que tinha roubado dinheiro aos seus próprios pais, a quem batia se não lhe satisfizessem as vontades
- que roubava nas empresas onde trabalhava
- que costumava ter aventuras quer com as mulheres dos chefes, quer com as dos subordinados
- que se dedicava ao tráfico e venda de drogas
- e que tinha transmitido uma doença venérea à própria irmã

Fiquei assustadíssimo...!!!
Mas, com o passar do tempo, fui conhecendo mais pessoas que em nada se pareciam com aquele homem... Afinal tinha vindo parar a uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé, e isso tem-me feito viver os 25 anos mais maravilhosos do meu sacerdócio!!!»

Nesse momento chega o autarca a quem foi dada a palavra para entregar o presente da comunidade e prestar homenagem ao padre. Começou por pedir desculpas pelo atraso e disse:

«Nunca esquecerei o dia em que o senhor padre chegou à nossa paróquia... Tive a honra de ser o primeiro paroquiano a confessar-se ele!!!»

Moral da história: NUNCA CHEGUES ATRASADO!!!

11 Atoardas:

Blogger mitro disse...

G'nda porra!
(Mas como era político mereceu, né?)

25 setembro, 2008  
Blogger Maria, Simplesmente disse...

Bela história.Adorei!
Bom fim de semana
Maria

25 setembro, 2008  
Blogger Anagarras disse...

ehehehehe

Tramou-se a ele próprio!!!

25 setembro, 2008  
Blogger Miguel disse...

Ups ...!

Para a proxima:

Fica calado para não dizer asneira ...!

Um Abraço da M&M & Cª!

25 setembro, 2008  
Anonymous cõllybry disse...

ummmmmmmmm,não era para menos,pontualilade é uma questão de respeito, eu sou...

Beijito

25 setembro, 2008  
Blogger Nuno disse...

história com moral.. ser bom e melhor é sempre melhor... hehehe

25 setembro, 2008  
Blogger augustoM disse...

Quentes e boas, como sempre. Não prometo nada, mas vou continuando a aparecer sem assumir nenhum compromisso. Achei muita graça estar a receber a 100.000 visita.
Um abraço.
Augusto

25 setembro, 2008  
Blogger Parapeito disse...

Bolas...que padre mais ruim!!!
:)) já conhecia...mas gostei de lembrar :P

Um bom fim de semana...cheio de sol e brisas mansas

26 setembro, 2008  
Blogger Papoila disse...

Ups! Quem o mandou chegar atrasado? A ovelha mais negra da comunidade... LOL
Beijo

26 setembro, 2008  
Blogger Kruzes Kanhoto disse...

Estes padres são lixados!

26 setembro, 2008  
Blogger vero disse...

LOOOOOL, há cada um !!!! looool, boa, muito boa!!!

Beijinhos meu amigo

26 setembro, 2008  

Enviar um comentário

<< Inicio